TAPETE NAO PRECISA SER TUDO IGUAL!

A By Kamy consolidou a marca como a principal grife de tapetes do país através de um trabalho sólido, destinado às pesquisas de novas técnicas, materiais, ideias, cores e texturas. Ignorando o previsível, a empresa concentrou-se na busca incessante pelo surpreendente que possibilitasse diferentes prismas sobre os mesmos espaços.

Um produto como o tapete normalmente se limita à beleza da composição e, para a marca, existe uma necessidade de ir além: mostrar o que está por trás de suas linhas e estampas, como técnicas e conhecimento que envolve habilidade, intuição e sensibilidade, conectando design e criação. A qualidade e originalidade das peças endossam a dedicação dos empresários Kamyar Abrarpour e Francesca Alzati à frente de todos os processos.

O diferencial não está apenas no que representa. A filosofia da empresa se apoia na criatividade e na superação dos principais artesãos e, a partir deste conceito, surgem produtos e projetos que unem sustentabilidade, responsabilidade social e tudo o que está relacionado aos valores humanos. Cada produto by Kamy possui a alma da empresa e sua filosofia de vida. O nostálgico e o contemporâneo se mesclam no design das peças, apresentando releituras culturais e interagindo com o atual de forma singular. “Podemos observar mudanças em todos os lugares do mundo, especialmente em relação à originalidade das criações. O mercado desafia o novo, o diferente. Essa é a alma do design.”, explica Francesca.

A arte do tear evoluiu com a tecnologia e a matéria-prima, o que também contribuiu para agregar valores ao desafio de novas possibilidades. O tear é a nova tela em branco dos artistas, proporcionando o atrevimento no uso de cores acentuadas e nuances, novas texturas, efeitos, sombreamento, reprodução de imagens e tridimensionalidade.

Não só as técnicas ganharam novas ferramentas, mas os próprios conceitos abriram as portas para a imaginação. O processo de criação das peças by Kamy permite a incorporação de elementos abstratos inspirados no contemporâneo, na individualidade, no expressionismo e na vanguarda. Assim como admite a influência do mundo em um senso coletivo representado em seus produtos.