Swipe to the left

DIA DO TÊXTIL - 21 DE ABRIL

Imprimir
By kadu 21 de abril de 2014

A tecelagem e a ornamentação de tecidos é uma arte muito antiga, porém, devido aos materiais utilizados, muito difícil de ser conservada.

No Egito a veste mais comum parece ser a túnica e por isso ela é a referência maior em termos de têxteis. Normalmente tecida em linho, possuía adornos bordados à parte ou executados durante o tecimento, que podiam ser reaproveitados quando a veste não mais era utilizada. Também eram produzidos panos avulsos decorados que poderiam ter diversas utilidades.

Outra importante fibra utilizada na Antiguidade foi a seda, especialmente em Constantinopla, capital do Império Bizantino.

Muitos dos tecidos utilizados no passado são até hoje utilizados com técnicas aperfeiçoadas mas com o mesmo objetivo: utilidade. Abaixo você confere alguns tipos e suas origens:

Seda - é uma fibra protéica usada na indústria têxtil. Obtém-se a partir dos casulos do bicho-da-seda por um processo designado de sericicultura. A fibra de seda natural é um filamento contínuo da proteína, produzido pelas lagartas de certos tipos de mariposas, sendo uma das matérias-primas mais caras.

Algodão - é uma fibra branca ou esbranquiçada obtida dos frutos de algumas espécies do gênero Gossypium, família Malvaceae. O principal componente da fibra de algodão é a celulose, que representa a maior parte da sua composição química. A cadeia de celulose é constituída por moléculas de glicose. A disposição destas moléculas na cadeia é denominada de celulose amorfa e cristalina, e tem importante papel nas características das fibras. Depois da celulose, a cera constitui-se de grande importância na fibra de algodão. É responsável pelo controle de absorção de água pela fibra e funciona como lubrificante entre as fibras durante os processos de estiragem na fiação.

- é derivada do pêlo da ovelha que, depois de tosquiado (cortado), é processado industrialmente para usos têxteis, limpeza, e coloração.O tecido feito de lã serve como isolante térmico, não esquenta tanto sob o sol (mantém a temperatura do corpo em média 5 a 8 graus mais baixa em comparação com tecidos sintéticos (expostos ao sol), "respira" no corpo, é naturalmente elástico, portanto mais confortável e não amassa.

Náilon - (ou nylon) foi a primeira fibra têxtil sintética produzida. Dos fios desse polímero fabricam-se o velcro e os tecidos usados em meias femininas, roupas íntimas, maiôs e biquinis. O náilon consiste, também, no mais conhecido representante de uma categoria de materiais chamados poliamidas, que apresentam ótima resistência ao desgaste e ao tracionamento. Esta última propriedade é facilmente percebida quando tentamos arrebentar com as mãos uma linha de pesca fabricada com náilon.

A cadeia têxtil é uma das mais complexas entre as categorias de transformação pela diversidade de etapas envolvidas, e sabemos da grande importância que o têxtil tem em nossas vidas, pois tudo esta ligado a ele. O vestir, usar, enfeitar, servir, seja lá qual a conjugação em todos os tempos o têxtil será sempre de extrema serventia.


Posted in: CuriosidadeArteModaCulturaComunicados